Marmita com atum e brocolis

Como fazer marmitas para congelar?

Pensando em economizar tempo e alimentos preparando comida congelada? Nesse artigo ensinaremos como fazer marmitas para congelar, práticas e saborosas!

E, para deixar sua experiência ainda mais completa, que tal dar uma olhada nessa foodlist com marmitas, ou ainda esse vídeo incrível com dicas de marmita?


Dicas de como fazer marmitas para congelar

Para preparar boas marmitas para congelar é preciso planejamento e organização: saber quais alimentos podem ser congelados, qual a data de validade de cada alimento, e quais os melhores recipientes para manter suas marmitas fresquinhas e gostosas quando você descongelar, são aspectos que não podem ser deixados de lado. Assim, separamos essa sessão repleta de dicas de como fazer marmitas para congelar!

Como fazer marmitas para congelar: separe um tempo para pensar a marmita

Já que você estará fazendo uma comida que deve durar por vários dias, é importante que se planeje previamente e pense em como irá preparar essa refeição, considerando o valor nutricional dos alimentos e se eles te proporcionarão uma dieta equilibrada com carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais. Além disso, você vai preparar uma refeição maior que o de costume – por isso, é importante estar atento para não errar nas proporções e terminar com uma comida ruim ou queimada pelo resto da semana. Ou seja, separe um tempo previamente para entender melhor como fazer marmitas para congelar.

Como fazer marmitas para congelar: quais ingredientes usar

Agora que você já pensou sobre a estrutura da sua marmita, é importante descobrir os melhores ingredientes dessa refeição – afinal, nem todos os alimentos ficam bem congelados (como a batata frita e o macarrão, por exemplo).

Assim, o ideal é optar por alimentos como carnes, sopas, arroz, feijão, molhos, purês, legumes e verduras.

Evite alimentos crus e alimentos derivados do leite, como iogurtes, creme de leite e maionese, já que estragam com mais facilidade.

Como os alimentos tendem a amolecer depois de descongelados, uma dica é sempre cozinhar por menos tempo do que você faria normalmente. Dessa forma, é possível manter a textura dos ingredientes sem deixá-los macios demais e molengas.

Outro ponto de atenção são os legumes e as hortaliças. O ideal é congelá-los depois de cozidos, já que quando crus eles tendem a perder a textura. Ao cozinhá-los, é importante lembrar de colocar a verdura ou legume em água fervendo por poucos minutos e interromper o cozimento logo em seguida com água gelada. Isso impedirá que durante o congelamento eles fiquem murchos.

Ah, e não se esqueça de usar pouco sal, já que o congelamento pode acentuar o sabor das marmitas.

Como fazer marmitas para congelar: o melhor recipiente

É importante, também, escolher o recipiente certo ao preparar sua marmita – afinall, um recipiente que permita a contaminação dos alimentos pode fazer com que eles estraguem mais rápido.

Os recipientes ideais para o armazenamento das marmitas seriam aqueles selados à vácuo, já que não permitem a passagem de ar e evitam a contaminação dos alimentos. Mas, na falta deles, outros recipientes podem ser utilizados, como por exemplo:

  • Sacos plásticos para congelamento: eles são feitos especificamente para armazenar alimentos e ocupam pouquíssimo espaço na geladeira ou freezer. Além disso, são uma ótima escolha caso você vá consumir as marmitas em casa mesmo. Portam bem molhos, sopas e legumes.
  • Potes de vidro: os recipientes de vidro são mais higiênicos e permitem que você os esterilize com água fervente sem prejudicar a sua qualidade. Portam bem qualquer tipo de comida e podem ser encontrados em todos os tamanhos.
  • Potes plásticos: são mais baratos do que os recipientes de vidro e funcionam igualmente bem, embora sejam menos resistentes. Se for possível escolher a composição do plástico, opte pelos de polipropileno – aqueles que possuem a sigla PP embaixo. Eles são mais resistentes e não liberam nenhum tipo de toxina quando esquentados.

Esses são os principais tipos de recipientes utilizados para congelar marmita. É importante sempre remover a maior quantidade de ar possível ao selar cada tipo de embalagem; desta forma, além de evitar que os alimentos se contaminem, também evita a formação de cristais de gelo no freezer.

Como fazer marmitas para congelar: congelar e descongelar

A atenção ao momento de congelar e descongelar as marmitas é muito importante para manter a qualidade da comida. Por isso, confira essas dicas de como fazer marmitas para congelar e descongelar da melhor maneira possível:

Para congelar

  • Espere a comida esfriar antes de colocá-las no pote e levar para o congelador;
  • Esterilize os recipientes em que irá armazenar a comida e lembre-se sempre de remover o máximo possível de ar;
  • Separe as saladas do resto da refeição em outro pote, já que as folhas devem ser armazenadas na parte de baixo da geladeira (o frio intenso do congelador pode queimá-las);
  • Não congele frituras. Se for colocar carnes na marmita dê preferência a opções assadas, cozidas ou grelhadas;
  • Organize o freezer de forma a colocar sempre na frente as marmitas com a menor validade;
  • É interessante etiquetar cada marmita com a data em que aquele alimento foi preparado – desta forma, se torna mais fácil manter o controle da validade de cada refeição.

Para descongelar

  • Um dia antes de consumir a marmita, retire-a do congelador e transfira para a geladeira. Isso faz com que o processo de descongelamento ocorra de forma mais gradual;
  • Em casos de necessidade, também é possível retirar a marmita do congelador e levá-la direto para o microondas; mas, sempre que possível, opte pelo descongelamento gradual, que é mais seguro e mantém a qualidade dos alimentos, além de evitar contaminações;
  • Lembre-se: o que foi congelado e descongelado não deve voltar para o freezer.

Como fazer marmitas para congelar: atenção na validade

Por fim, uma vez que a marmita foi feita e etiquetada com a data de produção, o importante agora é ficar atento à validade.

As marmitas armazenadas no freezer a -18°C duram congeladas por até 30 dias. Já as marmitas armazenadas na geladeira em até 5ºC duram por até 5 dias. Mas esteja sempre atento, para garantir que nenhum problema de armazenamento afete a qualidade do alimento.

E aí, gostou dessas dicas de como fazer marmitas para congelar? Para deixar essa experiência ainda mais completa, que tal dar uma olhada nessas receitas deliciosas de marmitas: Marmita – Arroz, Feijão e Picadinho de Carne com Legumes e Marmita - Batata-doce e Mandioquinha, Tiras de Frango Aceboladas e Salada com Molho de Iogurte. Confira isso e muito mais aqui no site Receitas Nestlé!


Perguntas frequentes

  • Como esquentar a marmita corretamente?

    A forma ideal de descongelar a marmita é transferi-la do congelador para a geladeira com um dia de antecedência. Da geladeira você pode esquentar normalmente, no microondas ou no fogão.

  • Como congelar marmita quente ou fria?

    É preciso esperar a comida esfriar antes de levar a marmita ao congelador.

  • Quanto tempo posso deixar a marmita congelada?

    A marmita congelada dura até 30 dias no freezer; ou 5 dias na geladeira.

  • Qual o melhor dia para preparar a marmita?

    Para fazer marmitas para a semana toda, o ideal é que você comece a se preparar durante o fim de semana, cozinhando a marmita no domingo ou na segunda.