Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Alimentos orgânicos: aprenda o que são e conheça o Ninho Orgânico

Saiba ainda como o Ninho Orgânico é produzido e seus benefícios, tanto para a saúde quanto para o meio ambiente.

Um movimento que cresce exponencialmente a cada ano, tanto em termos financeiros, como de consumo. Um movimento que se preocupa com a produção de alimentos e seus impactos tanto na saúde quanto no meio ambiente. Estamos falando da alimentação orgânica, que só nos Estados Unidos movimenta bilhões de dólares anualmente. Mas o que são os alimentos orgânicos? E por que eles são benéficos? Vamos ver!


O que são os alimentos orgânicos e a diferença para os não orgânicos

A primeira coisa que precisa saber é em relação ao termo “orgânico”, que se refere ao processo de como determinados alimentos são produzidos. Neste processo, os alimentos orgânicos são cultivados sem o uso de produtos químicos artificiais, hormônios, antibióticos ou organismos geneticamente modificados.

As plantas, por exemplo, precisam ser cultivadas com fertilizantes naturais, como estrume. Já os animais criados organicamente não recebem antibióticos ou hormônios. Além disso, para ser considerado orgânico, um alimento precisa ser produzido de maneira sustentável, respeitando o meio ambiente.Portanto, essa é a principal diferença entre alimentos orgânicos e alimentos não orgânicos: a forma de produção.


Categorias de alimentos orgânicos

Carne orgânica
Para ganhar o status de orgânica, a carne precisa vir de animais – bois, frangos, perus etc. – que não foram alimentados com hormônios ou antibióticos.

Peixes e frutos do mar orgânicos
Já existem algumas fazendas que produzem peixes e frutos do mar orgânicos, sem usar antibióticos ou hormônios para acelerar seu crescimento e reprodução. Agora, e os peixes pescados na natureza, em rios e mares? No geral, eles também são considerados orgânicos, apesar de ser difícil saber eles nunca tiveram contato com essas substâncias.

Laticínios orgânicos
De acordo com especialistas, o valor real do leite, iogurte e queijo orgânicos é que as vacas das quais foram retirados não foram tratadas com hormônios e antibióticos. Por isso, comprar laticínios orgânicos também pode beneficiar o meio ambiente, pois eles têm uma pegada de carbono menor e esse ato reduz a quantidade de pesticidas que podem chegar ao ar e à água.


Ninho Orgânico

Pensando justamente em todo esse processo, a Nestlé criou o primeiro leite em pó orgânico do Brasil: o Ninho Orgânico, voltado para a alimentação dos seus pequenos. As fazendas que produzem o Ninho Orgânico passaram por uma série de adaptações, como cuidados aos animais e práticas ainda mais sustentáveis.

Agora que já conhecemos um pouco do Ninho Orgânico, separamos 10 receitas deliciosas com esse ingrediente.

1. Crepioca Ninho Orgânico Recheada;
2. Bolo de Banana Orgânica, Ninho e Aveia;
3. Toast de Ovos Mexidos e Ninho;
4. Rabanada com Ninho e Frutas Vermelhas;
5. Pãozinho Salgado de Ninho;
6. Creme de Abacate com Ninho, Goiabada e Crocante de Castanhas Caramelizadas;
7. Panqueca de Ninho com Banana e Queijo Branco;
8. Crumble de Legumes com Ninho;
9. Tapiocas Recheadas Orgânicas de Ninho;
10. Macarrão Cremoso Orgânico Ninho.

O leite orgânico no Brasil era praticamente inexistente em 2017, época em que a Nestlé começou a produzir quase do zero toda essa cadeia. Atualmente, são mais de 50 famílias produtoras e mais de 15 milhões de litros de leite por ano.

E para atestar que as práticas que tornam um alimento orgânico estão sendo cumpridas, a Nestlé criou o projeto Cow Sense. Usando da tecnologia, esse sistema monitora as vacas o tempo todo, coletando dados individuais e aplicando inteligência artificial para embasar as análises.

Essas informações são geradas, em tempo real, a partir de um brinco colocado nos animais. Dentre as informações, constam como as vacas têm respirado, o quanto elas andaram e até se sentiram dor ou desconforto.

Com a sinalização de alguma alteração, os produtores podem agir na hora. Com isso, a Nestlé consegue mapear exatamente de onde vem o leite que sua criança está consumindo naquele momento.


Benefícios do Ninho Orgânico

Já sabemos o que o produto precisa ter para ser considerado orgânico, mas quais são os benefícios de consumir esses alimentos?

A cadeia de produção do Ninho Orgânico, por exemplo, implementa uma série de ações que trazem benefícios para nossa saúde e para o meio ambiente. Vamos conhecer algumas delas:

Melhorar a vida no campo: todo o processo leva em conta as questões socioeconômicas das comunidades rurais.

Diminuir os impactos ambientais: sem o uso de produtos químicos para a alimentação das vacas ou de pesticidas nas plantações, o solo fica ainda mais rico.

Aumentar o bem-estar animal: as vacas que produzem leite para o Ninho Orgânico são alimentadas apenas com produtos orgânicos e são criadas livres de confinamento.

Melhorar a biodiversidade: Os benefícios acima, como a conservação do solo ou a ausência de agrotóxicos, fazem com que haja um aumento na preservação de animais da região.

Portanto, podemos dizer que o Ninho Orgânico é sinônimo de respeito ao meio ambiente e aos animais – sem a utilização de agrotóxicos, transgênicos ou medicamentos alopáticos.

O Ninho Orgânico é uma ótima pedida se você deseja uma melhor alimentação para o seu filho ou filha e de quebra ter todos esses outros benefícios. Para outras receitas com Ninho Orgânico, você pode conferir a nossa foodlist

Gostou dessas receitas? Pois que tal dá um pulinho em Receitas Nestlé? Lá você encontrará essas e outras milhares a mais de receitas de todos os tipos e gostos.


Perguntas frequentes

  • O que são alimentos orgânicos?

    O termo “orgânico” refere-se ao processo pelo qual determinados alimentos são produzidos. Neste processo, os alimentos são cultivados sem o uso de produtos químicos artificiais, hormônios, antibióticos ou organismos geneticamente modificados. Por isso, para ganhar o selo de orgânico, um produto alimentício deve ser livre de aditivos alimentares artificiais.

  • Qual é a diferença entre alimentos orgânicos e alimentos não orgânicos?

    A principal diferença está no processo de produção. Para ser considerado orgânico, um alimento precisa seguir uma série de diretrizes. Isso não significa, necessariamente, que ele é mais ou menos saudável que os não-orgânicos.

  • Só frutas e verduras podem ser consideradas alimentos orgânicos?

    Não. Carnes, peixes, frutos do mar e laticínios também podem ser considerados orgânicos. Basta que cumpram todos os requisitos necessários.

  • O que é o selo verde?

    É um selo dado a produtos orgânicos. Caso um produto tenha esse selo, significa que aquele alimento foi cultivado sem agrotóxicos, e que a produção respeitou os direitos dos trabalhadores e não agrediu o planeta.

Fontes:

https://www.ninho.com.br/produtos/ninho-organico

https://www.ninho.com.br/produtos/ninho-organico/leite-po-organico-instantaneo

https://www.healthline.com/nutrition/what-is-organic-food#TOC_TITLE_HDR_2

https://www.helpguide.org/articles/healthy-eating/organic-foods.htm

https://www.skh.com/thedish/types-of-organic-food/

http://www.organicfood.sg/types_of_organic_food.html

https://www.conserve-energy-future.com/15-health-benefits-eating-organic-food.php

https://saudebrasil.saude.gov.br/eu-quero-me-alimentar-melhor/o-que-sao-os-alimentos-organicos

https://www.pfizer.com.br/noticias/ultimas-noticias/alimentos-organicos

pixel

Quer baixar ebooks exclusivos com deliciosas receitas?