Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Feijoada

Receita de Feijoada saborosa feita com feijão preto com carne-seca, linguiça, lombo, costelinha, toucinho temperado com MAGGI Caldo de Carne

  • Total: 90min
    Preparação: 10min
    Cozimento: 80min
  • 2 pessoas já marcaram como feita
  • Dificuldade: Médio
  • Porções: 16

Ingredientes

  • meio quilo de feijão-preto
  • 2 xícaras (chá) de carne-seca salgada 250g
  • 2 xícaras (chá) de lombo de porco salgado 250g
  • 2 xícaras (chá) de costeleta de porco salgada 250g
  • 1 paio
  • 2 xícaras (chá) de linguiça calabresa 250g
  • suco de 2 laranjas
  • 1 xícara (chá) de toucinho 150g
  • 2 cebolas picadas
  • 2 dentes de alho amassados
  • 2 tabletes de MAGGI® Caldo Carne esfarelados

Modo de preparo

De véspera, coloque o feijão e as carnes salgadas de molho, separadamente, trocando a água das carnes algumas vezes.

No dia seguinte, cozinhe o feijão em três litros de água.

Lave novamente as carnes e cozinhe-as em outra panela.

Quando o feijão estiver quase cozido, junte as carnes, a linguiça e o paio, picados.

Acrescente o suco das laranjas e retire a espuma que se formar na superfície, com uma escumadeira. Se necessário, adicione mais água.

Em uma panela, frite o toucinho até que esteja dourado. Retire o excesso de gordura e reserve os toucinhos.

Na mesma panela, refogue a cebola e o alho.

Acrescente o MAGGI Caldo e um pouco de caldo de feijão e deixe refogar bem.

Junte à feijoada, misture bem e deixe no fogo por cerca de 20 minutos. Sirva.

Utensílios

  • Utensilio Panela de Pressão
  • Utensilio Panela
  • Utensilio Tigela
Marcar como já feita

Maravilha!
Continue cozinhando com Receitas Nestlé! Esta receita foi adicionada à sua lista de receitas cozinhadas.

Veja os comentários

Raphaela

13.10.2021
1 2 3 4 5
Receita incrível e prática

Chefe Receitas Nestlé

15.10.2021
Deliciosa, não é mesmo! Amei saber que testou e aprovou! 🥰

Raphaela

13.10.2021
1 2 3 4 5
Incrível e leve, amei essa receita

Chefe Receitas Nestlé

15.10.2021
Simples e deliciosa, não é? Que bom que gostou, Dayane! Aproveite, temos receitas incríveis! 🥰

Você gostou desta receita? Conte para nós o que achou!

1 2 3 4 5

Feijoada combina com...

O Brasil! Ou vai dizer que tem prato mais brasileiro que uma bela feijoada? Seja com arroz, laranja, abacaxi, couve ou até mesmo sozinha, ela é um orgulho e uma paixão do nosso país.

E qual o melhor momento para comer uma feijoada? Qualquer um! Seja em um simples almoço do dia a dia ou em uma comemoração com amigos e familiares, esse prato é sempre uma ótima pedida. E as bebidas? Combina com suco, refrigerante e até com a boa e velha caipirinha.

Vem com a gente conhecer a história e curiosidades sobre este prato que tem a cara do Brasil.


Tudo sobre a receita de Feijoada

Quando se fala em comida brasileira, não tem quem não pense em feijoada. Mas, afinal, quem inventou essa maravilha? Vem dos índios, ou chegou ao Brasil junto com os europeus ou africanos? Fica ligado aqui porque vamos explicar tudo!

Origem, história e curiosidades

Existem diferentes versões sobre a origem deste prato. Uma das mais famosas é a da historiadora Elda Romio. Segundo ela, a receita foi introduzida no Brasil através dos escravos, que aproveitavam os restos dos cortes do porco que eram descartados por seus donos. Ou seja, a feijoada é, sim, uma criação nacional!

Em seu livro, Elda cita que um dos principais alimentos da rotina dos escravos era a farinha de mandioca. Eles, então, juntavam a farinha aos pedaços de carne que sobravam dos senhores de engenho e não abriam mão de dois dos ingredientes que já faziam parte da sua dieta nos seus países de origem: feijão preto e pimenta malagueta.

Além disso, em alguns momentos os escravos recebiam permissão dos senhores para colher algumas frutas do pomar, entre elas, a laranja. Com isso já temos: partes descartadas do porco; farinha de mandioca; feijão preto; pedaços de carne; pimenta; e laranja. Ou seja, praticamente a feijoada que a gente conhece (e ama!) hoje.

Outra teoria acredita que a feijoada nasceu a partir de alguns pratos europeus que também misturam pedaços de carne e feijão, como por exemplo o cozido português ou o Cassoulet Francês. Ao chegar ao Brasil, estes pratos teriam tido um toque dos escravos africanos que aqui estavam, transformando-se no que hoje a gente conhece como a nossa feijoada.

Independente da forma como tenha nascido, o que sabemos é que a feijoada encanta não apenas a nós, brasileiros, mas todos os que vêm de fora visitar o país. Afinal, tem coisa melhor que uma feijoada?


Variações da receita

Ama feijoada como nós? Que tal testar essas receitas que selecionamos para você?


Dicas especiais e complementares

Fez um caldeirão de feijoada e precisa guardar? Não tem segredo. Cola aqui com a gente que você vai descobrir a melhor forma.

Depois de pronto, ou seja, cozido, o feijão pode ser armazenado na geladeira por até 5 dias. Em alguns casos, até menos. Portanto, não adianta fazer uma feijoada, deixar na geladeira e só consumi-la uma semana depois, há imensos riscos de estar estragada.

Mas, se a ideia é consumir após um período maior, uma boa opção é dividir a feijoada em potes menores e colocar no congelador. Assim, ela pode durar até dois meses.

Dúvidas comuns sobre Feijoada

  • Feijoada só é feita com feijão preto?

    Sim. O feijão preto é o ingrediente essencial para uma feijoada.

  • A feijoada é africana?

    Não. A feijoada nasceu no Brasil, mas sua receita tem grande influência dos escravos africanos.

  • Com que combina a feijoada?

    A feijoada é servida, geralmente, com arroz, couve refogada, farinha e uma fruta cítrica, que costuma ser laranja ou abacaxi. Porém, ela também é consumida separadamente.

  • Como armazenar a feijoada?

    Após cozida, ela pode ser guardada na geladeira por 3 até 5 dias. No congelador, ela pode ser armazenada por até dois meses.

pixel

Quer baixar ebooks exclusivos com deliciosas receitas?