Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
pixel
Voltar

Arroz e Risotos

Arroz e Risotos têm um cantinho especial no coração do brasileiro. São pratos que fazem parte do nosso dia a dia, desde opções mais simples como um arroz branco fresquinho até algo mais requintado como um risoto de linhão siciliano. Deu água na boca? Então dá só uma olhada na nossa seção com receitas incríveis para você arrasar na hora de fazer seu arroz!

Quer baixar ebooks exclusivos com deliciosas receitas?

Tudo sobre Arroz e Risotos

Um dos alimentos mais queridos do brasileiro é o arroz. Ele, ao lado do feijão, compõe talvez a dupla mais famosa da culinária nacional. Mas engana-se quem pensa que no Brasil só se consome o Arroz Básico, do dia a dia. Não é bem assim: cada vez mais, este grão vai ganhando novas roupagens. Uma delas, por exemplo, são os risotos, um tradicional prato italiano que vem entrando nos lares brasileiros.

Se a gente pudesse dar um sobrenome ao arroz, a versatilidade cairia muito bem. Porque se tem uma coisa que esse grão te proporciona é opção de preparo. Tem arroz de todo jeito – de um simples Arroz à Grega a um Arroz de Forno com Frango Defumado. Até doce ele pode ser feito.

O mesmo podemos falar do risoto: ele transita por vários lugares, como, por exemplo, um Risoto de Beterraba com Caramelo de Balsâmico, Crispie de Alho-Poró e Flores Comestíveis. Ou até algo mais simples, como um Risoto delicioso de Frango.

Viu o quanto podemos explorar o mundo do arroz? E que tal conhecermos ainda mais desse universo de tantas possibilidades? Vem com a gente!

 

Origem, história e curiosidades

 

Arroz

Falar de arroz no Brasil é coisa séria. Nós somos o maior produtor e consumidor do grão fora da Ásia. Por aqui, consumimos em média mais de 12 milhões de toneladas de arroz por ano. O grãozinho é querido, hein?! Mas você sabe de onde ele se origina? Vamos te explicar agora mesmo.

Não se tem uma precisão exata de quando ele surgiu. Estudiosos acreditam que o grão já era cultivado na Terra lá pelo ano 5.000 a.C., com origem na Ásia.

Porém, como você deve saber, há várias espécies de arroz. Uma delas (Oryza glaberrima), por exemplo, originou-se no continente africano. Mas é da Ásia o principal ponto de disseminação de arroz para várias outras regiões do mundo.

No Brasil, estudos apontam que o cultivo do arroz teria acontecido de forma espontânea. Há relatos de porções de arroz levados por Pedro Álvares Cabral na sua volta a Portugal após sua passagem pelo nosso país. Mas ele só veio tomar a fama que conhecemos hoje a partir de 1808, com a abertura dos portos brasileiros.

 

Risoto

Como dissemos acima, o risoto tem suas origens na Itália. O arroz chegou a esse país, mais precisamente na região da Sicília, no século XIV a.C., levado pelos árabes. Mas foi só em 1574 que o risoto ganhou vida.

A história conta que um jovem chamado Valério estava encarregado de adornar o vitral da Catedral de Milão. Porém, o seu trabalho estava sendo desvalorizado por alguns habitantes da cidade, que atribuíam as belas cores de sua arte à erva açafrão. Chateado, ele decidiu se vingar de todos e, durante o casamento do seu mestre, despejou uma quantidade muito grande de açafrão no arroz que estava sendo preparado para servir de prato principal. Apesar de suas más intenções, o arroz foi um sucesso de crítica, e assim nasceu o risoto.

Por isso, Receitas Nestlé te traz tipos de Arroz e Risoto e dicas especiais e complementares para você incorporar na sua rotina. Confira!

 

Tipos de Arroz e Risoto

Quando falamos de arroz, temos que entender que estamos nos referindo a uma gama de variações: existem inúmeros tipos, e cada um pode ser preparado de inúmeras maneiras. Vamos conhecer alguns tipos de arroz e  aprender novas receitas.

 

Arroz branco ou agulhinha

Esse é o mais tradicional. É dele que fazemos o nosso Arroz do Dia a Dia. Nessa categoria, também podemos incluir o arroz parboilizado.

 

Arroz integral

É mais nutritivo que os anteriores. Por outro lado, o seu tempo de cozimento é maior. Uma boa receita que você pode tentar em casa é de um Arroz Integral de Forno.

 

Arroz vermelho

É ainda pouco consumido no Brasil, mas é mais rico em substâncias que fazem bem à nossa saúde. Que tal tentar fazer uma Salada de Arroz Vermelho com Aspargos?

 

Tipos de risotos

Para o preparo do risoto é necessário que seja usado o arroz italiano. O mais comum deles é o arbóreo, que pode ser facilmente encontrado em supermercados. Ele tem uma característica bem conhecida, que é ter grãos grandes. Outros tipos de arroz para risoto são o Vialone Nano, Carnaroli e Baldo.

Nós podemos dividir ainda os risotos de acordo com o seu preparo, se é: vegetariano,  apenas com queijos, com carne vermelha ou até mesmo com frutos do mar.

 

Risotos vegetarianos

 

Risotos com carne vermelha

 

Risotos com frutos do mar

Ufa, é receita que não acaba mais, não é? Que tal agora combiná-las com outras delícias para sua refeição ser ainda mais completa?

 

Dicas especiais e complementares

 

Arroz e Risoto vão bem com...

Inúmeras outras receitas. Uma delas é a famosa dupla arroz com feijão – essa não podia faltar. O arroz também pode fazer companhia a um Strogonoff de Carne ou a um Fricassê de Frango com Milho.

Já o risoto pode ir muito bem lado a lado com uma Salada na Cestinha de Parmesão, ou ser servido depois de uma Foccacia com Espinafre, Azeitona, Manjericão e Azeite. Para beber, um vinho pode ser uma boa pedida, mas quem quiser uma opção não alcoólica pode se refrescar com um delicioso Suco de Melancia, Limão, Hortelã e Gengibre.

Por fim, não pode faltar uma sobremesa. Que tal uma Torta Espelhada de Morango Tradicional ou uma Torta Alemã?

Agora você já tem tudo o que é necessário para arrasar no almoço de família ou em um jantar romântico. É só arregaçar as mangas e partir para a cozinha. Mas antes, que tal uma dica de ouro?

 

Como fazer o arroz soltinho

Talvez esse seja um dos grandes dilemas de quem cozinha arroz: como deixá-lo bem soltinho? Mas aqui a gente não deixa ninguém na mão. Aqui vão algumas dicas para garantir um resultado maravilhoso:

  • Antes de acrescentar a água, refogue o arroz até os grãos ficarem brilhantes;
  • Cozinhe em fogo baixo, até a água secar;
  • Para ter certeza de que a água secou, com o auxílio de um garfo, arraste um pouco do arroz para ver se ainda tem água no fundo da panela;
  • Tampe a panela, desligue o fogo, e deixe descansar por 5 minutos para terminar o cozimento em seu próprio vapor;

Agora é só servir e se deliciar!


 

Perguntas frequentes

Qual o tipo de arroz para fazer risoto?
O tipo mais indicado é o arroz arbóreo. Mas você também pode utilizar os tipos Vialone Nano, Carnaroli e Baldo. O ideal é que seja um arroz italiano.

Qual a melhor carne para acompanhar risoto?
Não existe um tipo específico. Risoto pode ser acompanhado desde de carne-seca até filé mignon.

Qual risoto para acompanhar o salmão?
Não há uma resposta específica. Vai muito do paladar de cada pessoa. Algumas boas opções são risoto de limão-siciliano, risoto de queijos e risoto de ervas.

Qual a diferença entre o arroz tipo agulhinha e o parboilizado?
O arroz agulhinha tem sua casca retirada durante o processo de fabricação, deixando-o com menos nutrientes. Por outro lado, ele tem o tempo de cozimento menor. Já o parboilizado tem sua casca preservada durante algumas etapas da fabricação (depois ela é retirada). Por isso, ele tem um pouco mais de nutrientes, porém seu tempo de cozimento é maior.

Só existem arroz agulhinha e parboilizado?
Não, existem inúmeros tipos de arroz, a exemplo do arroz vermelho, integral e preto.