Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
pixel
Voltar

Carnes

A carne é um alimento rico em proteína e muito importante para o consumo diário. E nada melhor do que contar com receitas de carne maravilhosas para dar um sabor especial no seu prato. Seja qual for o tipo de carne, aqui você encontra diversas maneiras de prepará-las de forma simples e fácil, que podem ser servidas em ocasiões especiais, festas e até no dia a dia.

Quer baixar ebooks exclusivos com deliciosas receitas?

Tudo sobre Receitas com Carnes Vermelhas

Do churrasco ao simples e delicioso Bife Acebolado, dá para fazer um monte de pratos com carnes vermelhas. Elas podem ser servidas assadas, cozidas, fritas, quentes ou até mesmo frias.

A carne vermelha está nos cardápios das festas e nas refeições do dia a dia, afinal, quem não é fã da famosa combinação de arroz, feijão, bife e batata frita? E quando se trata de um almoço ou jantar especial, com direito a prato principal e acompanhamentos, não faltam opções para agradar e impressionar, como o Strogonoff de Carne, as Panquecas de Carne Moída com Molho, o Filé ao Molho Madeira e o Bolo de Carne Recheado com Vegetais.

 

Origem, história e curiosidades

A carne vermelha faz parte da dieta dos seres humanos desde a pré-história. As famosas grutas de Lascaux, na França, por exemplo, trazem pinturas de homens caçando bovinos feitas há mais de dezesseis mil anos. Impressionante, não? Claro que a domesticação desses animais facilitou bastante a vida das pessoas e garantiu que elas pudessem consumir proteínas animais com mais regularidade. Essa domesticação, que ocorreu há mais de dez mil anos, é um processo que não parou de evoluir e que hoje nos possibilita, dentre muitas coisas, ter acesso a tantas opções de cortes de carne vermelha no supermercado.

A propósito, no açougue dos supermercados, é super comum encontrarmos bifes refrigerados e embalados em bandejas de isopor. Dentro delas vemos algo que imaginamos ser sangue, mas na verdade não é! Aquele líquido vermelho é chamado de mioglobina, uma proteína responsável pela presença de ferro na carne e por sua coloração avermelhada. Por isso, o recomendado é não lavar a carne antes do preparo, para que ela não perca esses nutrientes.

 

Tipos de Carne Vermelha

Cada carne é indicada para um tipo de prato, que tal vermos quais cortes são os ideais para algumas receitas? Vamos lá:

 

Filé mignon

De cozimento rápido, é indicado para strogonoff por sua maciez e suculência. Outras opções de receitas simples e gostosas com esse corte são:

 

Alcatra

Assim como o filé mignon, a alcatra é livre de gorduras e nervos. É uma ótima opção para o rosbife, mas não para por aí:

 

Lagarto

Faz parte do coxão duro e tem mais consistência que as demais. Indicado para a carne louca (que também pode ser consumida fria) e mais uma porção de pratos deliciosos:

 

Patinho

Carne macia, é ideal para pratos com carne moída e picadinhos. Ótima opção para uma Polenta com Carne Moída. Outras ótimas receitas com patinho são:

 

Outros Cortes de Carne Vermelha

Fraldinha, maminha, picanha… Existem muitos outros cortes de carne vermelha e quase infinitos jeitos de prepará-los (cada pessoa tem o seu tempero e o seu ponto preferidos). Para ajudar você a escolher, vamos deixar aqui mais umas opções de receitas com outros cortes:

 

Dicas especiais e complementares

 

Carne Vermelha x Gordura

A carne vermelha só resulta em ganho de peso se for consumida com grandes quantidades de gordura. Cortes magros, como o filé de alcatra, são ótimas opções para quem está de dieta. Além de proporcionarem a sensação de saciedade, são excelentes fontes de vitaminas do complexo B.

 

Pontos de cozimento da Carne Vermelha

Os pontos de cozimento são indicados para todas as carnes vermelhas: na churrasqueira ou grelha, como é o caso da picanha; cozidas, como a carne de panela; ou assadas no forno, como a fraldinha.

Para agradar todos os gostos, existem seis pontos de cozimento diferentes para servir as carnes. São eles:

  • Selada: ponto em que a carne fica crua ao centro e levemente tostada ao redor.
  • Mal passada: ponto em que a carne está mais cozida e assada/grelhada por fora do que no anterior, mas o centro ainda se mantém na cor “vermelho vivo”.
  • Ao ponto para mal passada: ponto em que a carne está mais cozida ao seu redor.
  • Ao ponto: ponto em que a carne se encontra mais rosada ou vermelha opaca no meio e a superfície mais cozida do que no anterior.
  • Ao ponto para bem passada: ponto em que a carne fica rosada ao centro, mas aparentemente seca ao redor.
  • Bem passada: ponto em que a carne fica marrom no centro e ao redor. Bem tostada por fora, mas não queimada.

Como vimos, são inúmeros os pratos que combinam com carnes vermelhas, como o clássico arroz com feijão. Elas podem funcionar também como complemento de outras receitas, como uma sopa ou feijoada. O importante é temperar bem, cozinhar até o ponto ideal (aquele que você preferir) e saborear!


 

Perguntas frequentes

Qual é o tempo de cozimento da costela de boi?
É necessário que ela seja cozida em fogo baixo durante 30 minutos após levantar pressão.

Filé mignon harmoniza com qual tipo de vinho?
Os vinhos indicados para harmonizar com o filé mignon são os feitos com as uvas Grenache e Cabernet Sauvignon.

Como retirar o excesso de sal da carne?
Adicione na panela duas ou três batatas cruas, sem casca e partidas ao meio. Deixe cozinhar por alguns minutos e as batatas irão absorver o excesso de sal.